Jornada de Humanização 2018 – Setembro Amarelo – Valorização da Vida

A Jornada de Humanização 2018 da Santa Casa de Ribeirão Preto – Setembro Amarelo – Valorização da Vida foi um sucesso, mais de 500 colaboradores participaram dos quatros dias do evento promovido pelo Centro Integrado de Humanização (CIH).

O psicólogo e coordenador do Programa de Saúde Metal do Município de Ribeirão Preto, Dr. Marcus Vinicius Santos, participou da Jornada e ressaltou a importância de se falar sobre o Suicídio, superar estigmas e preconceitos.

Segundo ele, o evento promovido na Santa Casa foi muito produtivo. “Me surpreendi em ver a sala cheia para falar sobre o tema, são profissionais comprometidos, tenho certeza que sairão daqui alimentados com a troca de informações promovidas durante essa semana. Fique feliz com a participação e 

interesse dos colaboradores em discutir um tema tão importante, destaca.”

Sobre a rede municipal, Santos destacou ser fundamental o apoio e o trabalho realizado em conjunto entre a rede e as instituições de saúde do município.

A psicóloga gerente do serviço de psicologia da Santa Casa e coordenadora do CIH, Maria Augusta Rosa, destacou a importância do tema abordado durante a Jornada – Valorização da Vida. Enquanto instituição e profissionais de saúde precisamos promover aos pacientes, familiares e colaboradores, o olhar ampliado sobre a valorização da vida. A participação e o envolvimento dos colaboradores durante a semana foi fundamental para o sucesso da Jornada”, afirma.

 A médica pediatra e coordenadora do serviço de pediatria do hospital, Dra. Lídia Marin Torre, fez a abertura da Jornada de Humanização e falou da importância de se discutir o suicídio infantil. Em seguida a médica neurologista infantil e Preceptora de Residência Médica em pediatria da Santa Casa de Ribeirão Preto, Dra. Larissa Solange Moreira Paterlini, falaram sobre o Risco de Suicídio Infantil e a Prevenção na Infância e Adolescência.

A terapeuta ocupacional da Santa Casa, Thais Balastreire Forghieri, promoveu uma ação interativa denominada Dança Circular, que tem como objetivo integrar o grupo, trabalhando o equilíbrio entre o individual e o coletivo.

A médica Psiquiatra, especialista em Emergências Psiquiátricas e Psicoterapeuta, Dra. Cybele Garcia Leal, falou sobre a Avaliação do Risco de Suicídio, ela apresentou estudos, e estatísticas relacionados aos casos de suicídio e tentativas. Falou também dos fatores de riscos, da prevenção e da importância do apoio da sociedade, das instituições e da família.

O grupo de teatro Expresso Riso levou alegria e descontração à Jornada. De forma lúdica falaram de superação da valorização das relações afetivas.

A enfermeira de Treinamento e Desenvolvimento da Santa Casa, Dra. Juliana Maria de Paula Avelar, falou sobre a Valorização da Vida aos colaboradores do período noturno.

A articuladora de humanização da Diretoria Regional de Saúde (DRSXII), junto com a diretora técnica I do Núcleo de Qualidade e Humanização das Ações de Saúde do CD da DRSXIII, Élida Rodrigues Luchesi, prestigiaram a Jornada.

Ao todo foram quatro dias de eventos, cinco palestras e cinco atividades interativas que contaram com a participação de médicos, gestores e colaboradores.

 

 

 

 

 

 

 

Reunião do grupo de Mensageiros Espirituais

Na última quarta-feira (12) foi realizado o encontro do grupo de mensageiros espirituais que são voluntários na Santa Casa, eles fazem parte da Rede de Apoio Espiritual e estão todos os dias no hospital.

A reunião teve como objetivo a atualização dos cadastros e a troca de informações quanto ao trabalho desenvolvido no hospital. A rede tem mais de 600 pessoas capacitadas em Ribeirão Preto que atendem pacientes do SUS.
Na Santa Casa, o grupo atua desde 2011, visando atender o que preconiza a OMS (Organização Mundial da Saúde), o ser biopsicossocial e espiritual.
A iniciativa é de grande importância na recuperação dos pacientes e no acolhimento de acompanhantes.

Santa Casa recebe doações do IPEM

 

O Instituto de Pesos e Medidas do Estado de São Paulo (IPEM) doou à Santa Casa aproximadamente 400 kg de alimentos e produtos de higiene e limpeza, na última semana.

O delegado regional do IPEM, Luiz Eduardo Galdeano, realizou a entrega e conferência das doações junto ao gestor de apoio do hospital, Waldemar Del Arco Junior, no ato representando a instituição. As doações serão utilizadas na Santa Casa para atender as necessidades dos pacientes.

Avaliação prática de ortopedia e traumatologia

No último sábado (18) foi dia de avaliação prática trimestral para os médicos residentes do 1º, 2º e 3º anos de residência em ortopedia e traumatologia da Santa Casa de Ribeirão Preto.

Segundo o médico preceptor do serviço de ortopedia e traumatologia, Dr. Lucas Queiroz de Carvalho, foi realizado um simulado nos mesmos parâmetros cobrados na prova de título de ortopedia e traumatologia. “Foi um dia muito proveitoso para toda a equipe com a avaliação prática”. O serviço de Ortopedia e Traumatologia da Santa Casa tem 75 anos de tradição, já formou dezenas de médicos e se dedica ao ensino, a pesquisa e a assistência de alto nível.